Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
shanestorey910

'Santinhos' Políticos Ganham Novas Caras E Modelos Nesta Eleição

Ensinando Marketing Digital



Rio - As outras tecnologias estão invadindo o assunto eleitoral e os velhos “santinhos” começam a receber nova cara — ou algumas caras. No tempo em que nas eleições passadas o uso das redes sociais nas campanhas foi um dos destaques, começam a surgir outras maneiras de interação com os eleitores, como aplicativos, “santinhos eletrônicos” e até pulseiras com a tecnologia QRCode (código de barras bidimensional). “É possível imprimir um QRCode, tais como, que direcione o usuário à página do candidato pela internet, Facebook, Instagram e bem mais. A tecnologia facilita interação com o eleitor e oferece uma pegada mais vanguardista pro candidato, dependendo do público com que ele está falando”, diz Antonio Bindi, sócio da PasseVIP.


Segundo ele, a empresa prontamente produz as pulseiras há três eleições, contudo sem o emprego do QRCode. A possibilidade já é observar as encomendas crescerem 30%. Em 2012, foram produzidas pulseiras para mais de 300 candidatos. Outra corporação, a Programma Computação Científica montou o aplicativo “Santinho Eletrônico” pra plataforma Android.


  • Assunto ligado às conversas
  • Favorece na integração de todas as mídias
  • 2 • FAÇA postagens regularmente
  • 6- Faça sua conta clicando em "Don't have a TweetDeck Account?"
  • O Manual do Empreendedor Digital | Bruno Picinini
  • Mídias sociais e Publicidade Online
  • Desenvolvimento de negócios e gestão de relacionamento
  • Posso ter um domínio respectivo pra associar a loja virtual

Nele, além de foto, nome, sigla do partido e nome do concorrente às eleições, há a perspectiva de acrescentar ícones de acesso às redes socais e encaminhar e-mail direto pro candidato. “Os eleitores querem modificações e, principalmente, serem levados em conta pelos políticos”, destaca Frederic Stiebler Couto, sócio-diretor da Programma.


Neste momento a agência Pipoca Digital, montou 2 aplicativos, que funcionam em Android e iOS, e que têm como objetivo aproximar candidatos e eleitores, principalmente os jovens. “O aplicativo permite fazer política de uma maneira mais jovial, embalar melhor esse foco chato que é campanha eleitoral”, ressalta o CEO da agência, Ricardo Silveira. O candidato tem teu respectivo aplicativo, customizado com as cores da campanha ou do partido, propostas, notícias sobre a candidatura, agenda, imagens, filmes, mídias sociais oficiais, e ainda serve como “cola” para os eleitores.


“Queríamos um app com mais utilidades, PPP, Organograma, Referencial Curricular E Grade mídias sociais e novas sugestões, sendo mais dinâmico do que os ‘santinhos’. Os aplicativos são a forma menos difícil de se aproximar do eleitor, pois estão se resultando ainda mais comuns”, diz o diretor de tecnologia da Editorall Studio, Luis Peres.


De acordo com o executivo, a procura cresceu na última semana, não obstante, a tendência é de popularização nas próximas eleições. “A ideia é que essa seja um ‘start’ e cresça nas próximas eleições. Surpreendeu-nos o número de Plano De Comunicação Pra Eventos , entretanto temos assim como deputados federais e estaduais”, completa sem referir nomes. Para a Cientista Política e professora de Direito do Ibmec/RJ, Simone Cuber, o aperfeiçoamento de ações usando o meio digital é uma tendência. “Os adolescentes estão pedindo alterações, questionando o formato convencional e se desfazendo um tanto dos partidos políticos.


Esses novos carros são até uma maneira dos partidos reforçarem pro jovem a gravidade do teu papel e de estimular 'Santinhos' Políticos Ganham Novas Caras E Modelos Nesta Eleição participativa”, defende. Contudo, ressalta o professor de Comunicação Comparada pela ESPM Rio, Fabro Steibel, ainda há problema de se gerar conteúdos consideráveis pra plataformas, como aplicativos.


“Todo universo já está no Facebook, contudo os aplicativos exigem aceitação prévia”, diz. “É uma área de muita experimentação, vemos somente o início. Só começamos discernir o eleitor como alguém que tem um smartphone pela mão. Quanto mais infos sobre isto ele tivermos, mais ferramentas vão surgir”, pondera, citando a utilização da geolocalização na colocação das propostas do candidato, ainda não explorada.


A outra probabilidade é participar apenas como visitante, estabelecendo contato com as corporações expositoras ou outros membros. Trinta Dicas Para Usar As Mídias sociais Nos Negócios , associações, pessoas ou órgãos públicos que tenham poder de interferência a respeito de potenciais freguêses. Realizar eventos focados ou ministrar palestras para esses públicos podes gerar bons contatos para prospecção.


Tags: Va a este site

Don't be the product, buy the product!

Schweinderl